terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Novos sabores das antigas tradições

A ressignificação de receitas antigas, dentro das atuais tendências de mercado, pode ser um argumento com alto poder de conquista perante o consumidor. Cada vez mais o mercado valoriza produtos que tenham apelo por trás do produto, que promovam o resgate de valores positivos como os valores de família, de território e de tradição. Isso tudo revestido com uma identidade visual moderna e amigável, como aquela da marca Le Siritose di Bologna  (Os espirituosos de Bologna). 


Foi atração à primeira vista. De longe, captou minha atenção pela energia das cores e pelo agradável desenho das letras. E pelo nome. Fiquei subitamente curiosa em saber o que os espirituosos tinham a mostrar aos visitantes da feira Love It, em Veneza. Isso já bastou para me atrair diretamente ao estande. Na sequência, minha atenção foi presa pela simpatia dos empreendedores e pela bancada repleta de cores e sabores (curiosos) a degustar, oportunizando a experiência com o produto.


Os valores se revelam na história do negócio: é uma nova empresa que resgatou as antigas tradições agrícolas e produtos da região de Bologna (que tem uma tradição gastronômica mundialmente conhecida), e as combinou com a criatividade e desenvolvimento de novas propostas. Além disso, os produtos são orgânicos e seguem a ética vegana (dois fortes trends do setor agroalimentar).  A felicidade da Simonetta, do Pier Paolo e do Federico em explicar a história fez toda a diferença. Porque o nome, a marca, a identidade visual, a qualidade e a variedade dos produtos são fundamentais. Mas, a reputação de uma empresa é alicerçada nas pessoas e nas histórias (reais) que elas têm para contar.


E se revelam ainda (os valores), na história de cada produto.  A Gelatina di Vino, por exemplo, conta a história da “Sapa”, produto obtido do mosto da uva fervido. Reza a lenda que o imperador romano Augusto, em suas passagens pela antiga Bonomia, não deixava faltar este produto. A matéria-prima são vinhos finos da região e aromas orgânicos. Os dois sabores fascinantes: tomilho com alecrim e cacau com pimenta. 


Já, a Mostarda Antiga, conta a história de uma receita muito difundida no norte da Itália no século XVII. A mostarda dos espirituosos segue a receita original de forma artesanal e saudável, mantendo os grãos inteiros, nítidos e corposos orgânicos de alta qualidade organolética. Feita com poucos ingredientes que combinados entre si promovem uma extraordinária explosão de sabores: sementes de mostarda claras (“Sinapis Alba”), óleo extra virgem orgânico, sal integral e vinagre branco de Modena DOP. 


Os espirituosos produtos seguem a ética vegana, mas são para todos! A mostarda antiga é um acompanhamento excelente para pratos com carne e também com queijos (assim como as gelatinas de vinho). Com um sabor único conferido pelo vinagre e pelos nuances sutis do óleo extra virgem de oliva orgânico de marca própria. Assim sendo, casa bem com a minha receia da salada de corações de alcachofra ao molho quente de mostarda. E, por enquanto, para comprar a mostarda, tem que vir para a Itália! J Mas, quem sabe logo, logo uma empresa brasileira leva esse espírito animado até o Brasil?! Esperamos!

Beijos da Gy

  

Salada de corações de alcachofra ao molho quente de mostarda

-  4 corações de alcachofra em conserva
- 1  laranja de umbigo pequena
-  1 punhado de salsão
-   2 fatias de presunto cru
-   2 colheres de sopa de sementes de abóbora
-   1 colher de sopa de pimentão vermelho
Para o molho:
- 2 colheres de sopa de suco de laranja
- 1 colher de sopa de vinho branco seco
- 1 colher de sopa de vinagre branco
- 1 colher de sopa de molho de mostarda com sementes inteiras
- 1 colher de chá de mel
Lave e centrifugue as folhas de salsão. Corte o pimentão em tirinhas finas e a laranja em gomos finos. Rasgue o presunto em lascas.
Toste as sementes de abóbora em uma frigideira antiaderente.
Forre o fundo do prato com as folhas do salsão, disponha os gomos de laranja, as tiras de pimentão, os corações de alcachofra, as lascas do presunto e as sementes de abóbora.
Para o molho, misture bem todos os ingredientes e aqueça na hora de servir.

***
Insalata di Carciofi con salsa calda di senape

- 4 cuori di carciofi grigliate o in salamoia
- 1 arancia
- 1 mazzeto di sedano
- 2 fette di prosciuto
- ¼ di peperone rosso
- 2 cucchiai di semi di zucca
Per la salsa:
- 2 cucchai di succo d’arancia
- 1 cucchiaio di vino bianco secco
- 1 cucchiai di aceto di vino bianco
- 1 cucchiaio di senape antica
- 1 cucchaio di miele
Lavare e asciugare il sedano. Tagliare il peperone e l’arancia a fettine sottili. Strapare il prosciuto. Tostare i semi di zucca in padela.
Mettere nel piato sedano, arancia, peperone, carciofi, prosciuto e semi di zucca.
Mescolare tutte le ingrdienti della salsa e scaldare prima di servire. Mettere pena caldo sulla insalata.

#Salad #Salada #Insalata #ProjetoSalada #SaladasDaGy #Organic #GemellaggioGreen

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

A sua salada a um clic!

Jantar com os amigos?
Geladeira vazia?
Restaurante a domicílio!
Pega o telefone. E não precisa mais nem ligar.
Em 2016 os (pequenos e grandes) negócios de entrega de comida se tornaram uma máquina de fazer dinheiro, mais potente se disponível a um clique e fácil de contatar. Seja por falta de tempo ou por praticidade, até nos encontros com amigos se tornou comum pedir uma comida pronta enquanto o tempo é para conversar e degustar um bom cálice de vinho ou uma cerveja artesanal. E também é uma ótima solução para aquele almoço rápido no trabalho. Enfim, o mercado atende às necessidades do cliente e oferta de comida pronta a poucos cliques é cada vez maior, através de aplicativos que encurtaram o tempo e a fome. E isso vale também para a "simples" salada!

Foto: Isole 24 ore
Essa oferta anda passo a passo com a necessidade do consumidor, sempre. Muito além da pizza, que talvez tenha sido a pioneira do "delivery", hoje existem opções mais "gourmet" e opções saudáveis para um público em busca de uma alimentação mais equilibrada - que só cresce. ((É aqui que entra a salada!)) Na Itália as pesquisas indicam que o consumo de carboidratos e de carne estão diminuindo, enquanto o consumo de frutas, verduras e peixe sinaliza crescimento. Assim como indicam que os grupos que seguem dietas alimentares específicas estão crescendo: entre os italianos, 7,1% da população é vegetariana e 1% vegana. No Brasil os dados também indicam o crescimento deste público. O dado é de 2012, mas já naquele ano o IBOPE indicou que 8% da população brasileira começou a aderir a vegetarianismo.
Fonte: CSO Italy

E, como "o cliente tem sempre razão", seja no Brasil ou na Itália ou em qualquer parte do mundo, a salada é um prato que vem ganhando importância nesse cenário e também deve estar ao alcance de um clique. Ela é uma das estrelas do "fresh market"! Uma grande saída, e que eu acredito que veio pra ficar, é a entrega de salada no pote pronta para o consumo em qualquer lugar e em qualquer momento. Essa pode ser uma saída interessante para quem quer manter uma alimentação saudável e não tem tempo de preparar a "merendeira" em casa. Pode ser econômico para as famílias pequenas, que são hoje a maioria, e não podem comprar 1 repolho de 2 kg, por exemplo, evitando o desperdício ((e esse repolho dá outro post, porque o mercado de hortifruti está se adaptando também a esta questão)). A salada no pote também deve seguir as tendências ditadas pelo mercado, com opções veganas e vegetarias, mas também "gourmet" e gulosas. Porque, quem disse que salada é feita só de alface e tomate?


A salada no pote é realmente prática para a pessoa que pede a entrega no escritório, porque pode comer já direto no pote sem a necessidade de outros utensílios. E para os jantares com os amigos, elimina aquele trabalho que sempre vai ficando para depois, de lavar os pratos. Claro que se os potes forem reutilizáveis, o dono da casa vai fazer questão de conservá-los. Aliás, é importante que a salada no pote seja preparada em potes de vidro não só por praticidade, mas também por questões de segurança alimentar e de responsabilidade ambiental. E, se a entrega for feita de bicicleta, então, melhor ainda! 

Foto: Eu vou de bike

Beijos gelados diretamente da Itália e boa salada pra você!
:)
Gy Dall'Agnol
#SaladasDaGy #ProjetoSalada #GemellaggioGreen #SaladaNoPote #Salada #FreshMarket #SaladaDelivery